quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Olhares "(en) caracolados!

Preparava eu...umas folhinhas tenrinhas de tronchuda
quando deparei com um caracol ou caracoleta
vagueando...perdida (o) na banca!


Logo de seguida ... como uma espécie de corrida
... outro espécimen ...
o primeiro lugar estava em risco!


Foram muitos os segundos de perseguição ... até que...
os dois se aproximaram na meta 
... isto é ...
no cume do caule!



Estava mais preocupada em que 
não saíssem do recinto fechado...
...(a banca) do que continuar a 
cortar finamente os talos da couve!

Já tinha disparado o flash   "montes de vezes"
...na esperança de conseguir...
boas fotografias!

Quando me apercebi que
...a situação se tinha alterado...
 e os dois teimavam em cortar a meta!


não resisti
...
Não sei...se são dois caracóis ou duas caracoletas...
ou...um caracol e uma caracoleta...



 Mas que foi um belo momento... foi!!!


E eu continuei a minha tarefa
...preparando o almoço...
...não controlando os bichinhos que tão entretidos estavam!!!

E...na hora da limpeza...deitei-os de novo na terra
...e provavelmente...
...na horta...ainda agora...dão aso ao seu amor!
...
E digam lá...que não crocheteei um bom momento!?

Olhares de verão!

Hoje...o inverno deu uma pausa no seu temperamento...
...permitindo que o astro rei...reinasse um bom par de horas...
...num sério convite a passear junto ao mar!




De Matosinhos ... para si!!!

Santuário de São Bento da Porta Aberta

O Santuário de São Bento da Porta Aberta
é um santuário cristão português
que fica localizado na freguesia de Rio Caldo…
no concelho de Terras de Bouro...distrito de Braga...

em plena Serra do Gerês:







O Santuário de São Bento da Porta Aberta tem…
segundo a tradição…
origem numa ermida construída no local…
por volta de 1640…
cujas portas estavam sempre abertas…
para servir de abrigo a quem passava.

A construção do atual Santuário iniciou-se em 1880
e ficou concluída em 1895:





caracteriza-se pelos painéis de azulejos da capela-mor…
que retratam a vida de S. Bento…
assim como pelo retábulo de talha dourada.



O elevado número de peregrinos levou à construção
de novas instalações perto do primitivo santuário
cujas obras foram concluídas em 2002
de que faz parte uma enfermaria
para atendimento de peregrinos
com 14 camas.




Existe também um parque com mesas e bancos
onde os peregrinos podem descansar
tomar as suas refeições

e até divertir-se num lago com barcos:





E depois...

deslumbre-se com os recantos das Terras do Bouro!



Brufe...um maravilhoso lugar a conhecer...
durante a visita a esta região!

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Um excerto de amor!

Na página "O segredo de um beijo" deste blog
...coloquei uma foto dos meus pais.
Casados há quase 60 anos...facilmente trocam uns beijos...
fruto de uma relação duradoura.

Na velhice...o amor que os une...enche-nos de emoção!


 Leia comigo:

"Acabavam de festejar as bodas de ouro e não sabiam viver, nem um momento,
um sem o outro, nem sem pensarem um no outro, e cada vez o sabiam menos...
 à medida que se agravava a velhice.
Nem ele nem ela podiam dizer se essa dependência recíproca se fundia
 no amor ou na comodidade, mas nunca se tinham interrogado com a mão sobre o coração,
porque, desde sempre, ambos preferiam ignorar a resposta.
Ela tinha descoberto, a pouco e pouco, a incerteza dos passos do marido,
as suas mudanças de humor, os seus lapsos de memória,
o hábito recente de soluçar a dormir, mas não interpretou como sinais inequívocos,
de oxidação final, mas sim como um regresso feliz à infância.
Por isso, não o tratava como a um velho difícil, mas como a um menino senil, 
e esse engano foi providencial para os dois, porque os salvou da compaixão.
...
Mas se alguma coisa tinham aprendido juntos...era que...
a sabedoria só nos chega quando já não nos serve para nada.
...
cada novo dia era mais um dia que se ganhava!"

O Amor nos Tempos de Cólera
Gabriel García Márquez

Meus pais aprenderam juntos
...que mesmo na velhice...o amor é lindoooooooooooo!

As pontes sobre o rio douro!

Segundo a Wikipédia:

O rio Douro é um rio que nasce em Espanha
na província de Sória,
nos picos da Serra de Urbião
(Sierra de Urbión), a 2.080 metros de altitude
e atravessa o norte de Portugal.
 A foz do Douro é junto às cidades
do Porto e Vila Nova de Gaia
Tem 927 km de comprimento.

Este é o terceiro rio mais extenso da Península Ibérica!


Quando viajamos até ao Porto
...e perante a beleza deste rio e da paisagem envolvente...
é impensável não se fazer um mini cruzeiro entre pontes!


Podemos embarcar no Cais da Ribeira



...ou embarcar no Cais de Gaia



Um pouco de história destas pontes que podemos conhecer...
...com algumas imagens que ilustram esses passeios!

Um pouco da história das pontes sobre o Rio Douro

A necessidade de haver uma travessia
 permanente entre as duas margens do Douro
... para circulação de pessoas e mercadorias,
levou à construção da Ponte das Barcas em 1806.
Antes a travessia do rio fazia-se com recursos a barcos,
 jangadas, barcaças ou batelões.


A Ponte das Barcas era constituída
 por 20 barcas ligadas por cabos de aço
 e podia abrir em duas partes
 para dar passagem ao tráfego fluvial.


O aumento do tráfego exigiu a construção de
 uma ponte permanente o que levou à construção...
 da Ponte Pênsil em 1843, desmantelada anos mais tarde
após a abertura da Ponte Luís I em 1886,
a ponte mais antiga da cidade que permanece em actividade.



A Ponte Maria Pia, construída entre Janeiro de 1876
e 4 de Novembro de 1877...
 pela empresa de Gustave Eiffel, foi a primeira ponte ferroviária
 a unir as duas margens do Douro.


Dotada de uma só linha, o que obrigava
 à passagem de uma composição de cada vez...
a uma velocidade que não podia ultrapassar
 os 20 km/h e com cargas limitadas...
no último quartel do século XX
tornou-se evidente que a ponte...
 já não respondia de forma satisfatória às necessidades.
O que levou a que fosse desactivada
e substituída pela Ponte de São João em 1991.


A Ponte da Arrábida tinha à data da construção
o maior arco do mundo em betão armado.





Apesar da construção da Ponte do Freixo,
 mais a montante, a Ponte de Arrábida...
 continua a ser a principal ligação entre
 a cidade do Porto e a margem sul do Douro.
Das pontes que ligam o Porto a Vila Nova de Gaia...
a Ponte do Freixo é a que está mais a montante do rio.
Foi construída na tentativa de minimizar
os congestionamentos ao trânsito automóvel...
 vividos nas Pontes da Arrábida e de D. Luís,
particularmente notórios desde finais da década de 1980.



Trata-se, na verdade, de duas pontes construídas
 lado a lado e afastadas 10 cm uma da outra.
 É uma ponte rodoviária com oito
vias de trânsito (quatro em cada sentido).
A Ponte do Infante, baptizada em honra
do Portuense Infante D. Henrique...e
é a mais recente que liga Porto e Gaia.
Foi construída para substituir
o tabuleiro superior da Ponte Dom Luís...
entretanto convertida para uso do Metro do Porto...
...pouco a montante da Ponte de Dom Luís, em plena zona histórica...
ligando o bairro das Fontainhas (Porto) à Serra do Pilar.
...
E agora observe as margens...que nos deslumbram o olhar!


Quem vem e atravessa o rio
junto à serra do Pilar
vê um velho casario
que se estende ate ao mar


Quem te vê ao vir da ponte
és cascata, são-joanina
dirigida sobre um monte
no meio da neblina.


Por ruelas e calçadas
da Ribeira até à Foz
por pedras sujas e gastas
e lampiões tristes e sós.


E esse teu ar grave e sério
dum rosto e cantaria
que nos oculta o mistério
dessa luz bela e sombria


Ver-te assim abandonada
nesse timbre pardacento
nesse teu jeito fechado
de quem mói um sentimento


 E é sempre a primeira vez
em cada regresso a casa
rever-te nessa altivez
de milhafre ferido na asa


A música de Rui Veloso..."Porto Sentido"...´
coaduna-se perfeitamente a esta viagem!


" Decida quem você é, e a cidade mais uma vez 
vai assumir uma forma fixa ao seu redor. 
Decida o que ela é e a sua própria
 identidade será revelada".

Jonathan Raban